Jesus era o Único Filho de Maria?

                                Os Erros da Igreja de Roma - parte I            

                                                A Igreja Romana tem ensinado que Maria é a Mãe de Deus, Num grau tão elevado que poderemos considerá-la como uma deusa. E esta imagem de deusa é a imagem que a Igreja Romana tem apresentado para nós. As Missas e Catedrais são provas disso, seus dogmas também. 

               Em contrapartida está a Bíblia Sagrada apontando Maria como uma Virgem de boa reputação a qual foi agraciada concebendo e dando a luz ao Filho de Deus.                  

              “Ora, o Nascimento de Jesus Cristo foi assim: Estando Maria, sua mãe, desposada com José, sem que tivesse antes coabitado, achou-se grávida pelo Espírito Santo”. (Mt 1: 18)

                                                        Filho de José, Cristo não era, porque não foi fruto de uma relação sexual entre José e Maria. José não era o Pai Biológico de Jesus. Por outro lado Maria era a mãe Biológica de Jesus, por intermédio do Espírito Santo, porque de si mesma não poderia gerar um filho em seu ventre. Neste caso houve uma participação Divina do Espírito Santo.

                                                        Jesus tinha duas Naturezas: a Divina e a Humana. Nesse ponto entendemos que como Deus (Natureza Divina) Jesus era Filho de Deus, e não Filho de Maria, mas como Homem (Natureza Humana) era filho biológico de Maria.



                                                       Apresentar Maria como Mãe de Deus é um equivoco, porque como Deus, Jesus já existia antes da existência de Maria, é o que o Apostolo São Paulo revela para nós:
            
                           “O Qual é imagem do Deus Invisível, o Primogênito de toda a criação; Porque Nele foram criadas todas as coisas que há nos céus e na terra, visíveis e invisíveis, sejam tronos, sejam dominações, sejam Principados, sejam Potestades, tudo foi criado por Ele e para Ele. E Ele é antes de todas as coisas, e todas as coisas subsistem por Ele” (Cl 1: 15-17)

                Maria não é apresentada como Imagem do Deus Invisível, nem a primogênita da Criação, esses atributos são indicados para Jesus. Maria não existia antes dos céus e da terra, enquanto Jesus já existia antes de todas as coisas e criou todas as coisas para honra e glória dele mesmo e não para honra e glória de Maria. Todas as coisas estão debaixo do Domínio de Jesus e não debaixo do Domínio de Maria para que ela venha ser adotada como deusa.

                   O Apóstolo Pedro pregava publicamente que Jesus era o único meio de salvação. A Pregação de Pedro coloca em dúvidas a eficácia da intercessão de Maria e de outros santos canonizados pela Igreja de Romana. Nenhum apostolo pregou Maria como Mãe de Deus, embora Cristo fosse Deus, a sua divindade Ele não devia a Maria. Veja nas Palavras do apostolo São Pedro em Atos 4: 12:
  
 “E em nenhum outro há Salvação, porque também debaixo do céu nenhum outro nome há, dado entre os homens, pelo qual devamos ser salvos”.

                Resta uma intrigante pergunta: Como Maria pode ser a Mãe do Deus Filho, se ele já existia antes dela?

                         Concordamos que Maria é mãe do Cristo Biológico, Homem, o Cristo Humano limitado como qualquer ser humano e sujeito as mesmas tentações. Todavia Discordamos que Maria seja a mãe de Cristo o Deus Encarnado, o qual a sua preexistência não se deve a Maria, nesse sentido Cristo é o Pai de Maria e não filho.

"João 1 :1 No princípio era o Verbo, e o Verbo estava com Deus, 
e o Verbo era Deus. 
2 Ele estava no princípio com Deus.
14 E o Verbo se fez carne, e habitou entre nós, cheio de graça e de verdade; e vimos a sua glória, como a glória do unigênito do Pai."



"Colossenses 1 :15 o qual é imagem do Deus invisível, o primogênito de toda a criação;
16 porque nele foram criadas todas as coisas nos céus e na terra, as visíveis e as invisíveis, sejam tronos, sejam dominações, sejam principados, sejam potestades; tudo foi criado por ele e para ele.
17 Ele é antes de todas as coisas, e nele subsistem todas as coisas;
18 também ele é a cabeça do corpo, da igreja; é o princípio, o primogênito dentre os mortos, para que em tudo tenha a preeminência,"


                                O Maldito hábito de apresentar Maria como deusa, ou seja como 'Mãe de Deus' (dogma de Theotokos)deve-se a algumas tradições pagãs como estão no vídeo. E foi aprovado do Concilio e Éfeso no século V, justamente Éfeso, onde seu povo adora divindades femininas, mas especificamente Diane.

(veja Atos 19:23-41)
  
VEJA A SEMELHANÇA ENTRE AS IMAGENS ABAIXO E TIRE SUAS CONCLUSÕES 




Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

NAAMÃ E O VALOR EM REAIS DE SEU PRESENTE PARA ELISEU

IMAGENS E VIDEOS DOS TSUNAMIS (MAREMOTOS) QUE ASSUSTARAM O MUNDO

MESMO CONDENADO LULA AINDA PODE SER CANDIDATO A PRESIDENTE