A Bíblia errou ao Classificar os Morcegos como Aves?


Levítico 11: 13 Das aves, estas abominareis; não se comerão, será abominação: a águia, e o quebrantosso, e o xofrango (...).
19 E a cegonha, a garça segundo a sua espécie, e a poupa, e o morcego.

De fato o Autor (Moisés) de Levítico classificou o Morcego como uma Ave, seguindo a classificação a partir de Lv. 11: 13.

Para resolver tal questão temos que considerar 04 fatores importantíssimos.

1) A Palavra “ave” em hebraico é ôwph e é utilizada para se referir a um animal que tem asas ou que tem penas. E o Morcego cabe dentro desse perfil.

2) No tempo que o Autor (Moisés) escreveu Levítico, Carl Von Lineu nem existia. Pois, Lineu nasceu cerca de 2.700 anos depois de Moisés. Sabe-se que somente no século XVIII, Lineu criou o sistema de classificação, no qual classifica o Morcego como “Mamífero”, deixando de lado a antiga concepção científica de Aristóteles e outros, de que o Morcego era uma ave. Analisando por este ângulo, Moisés não estava errado, pois estava de acordo com os princípios científicos de seu tempo.


3) Vale Lembrar que até o século XVII o Morcego era classificado como ave. E todos os mamíferos é o único capaz de voar.

1) Considerando que no tempo de Levítico o morcego era classificado como ave, e, somente a partir do XVIII passou a ser classificado como mamífero, roedor, etc... Como cada ser vivo tem suas próprias classificações fica praticamente impossível classifica-las com exatidão sob a óptica humana, há grupos de cientistas que ainda classificam os morcegos como aves discordando de Lineu. 

            Aristóteles como Moisés, classificou os animais segundo o seu habitat (aquáticos; terrestres e voadores). Para ele, a baleia era um animal aquático e o morcego uma ave, também. Todavia, a baleia também foi classificada como mamífero ao lado do Morcego, conforme a visão de Lineu.

Conclusão: 

A Bíblia, ou seja, Moisés não errou em classificar o Morcego como ave, pois, até altura do século XVII, o morcego ainda era considerado uma ave, a classificação mudou há pouco mais de 250 anos, enquanto, o livro de Levítico foi escrito mais de 3.400 anos atrás, ou melhor cerca de 1.400 a.C. 

Mesmo assim sua visão continua atualizada na ciência apesar de não ser um livro de caráter cientifico e sim, de caráter religioso. 

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

NAAMÃ E O VALOR EM REAIS DE SEU PRESENTE PARA ELISEU

IMAGENS E VIDEOS DOS TSUNAMIS (MAREMOTOS) QUE ASSUSTARAM O MUNDO

Jackie Evancho chegou ao 1º lugar dos tops norte-americanos após o anúncio da sua participação na Posse de Trump