Deputados questionam concessão de passaporte diplomático a evangélicos


Os parlamentares desejam saber quais os motivos reais dessa entrega e se é necessário que um religioso tenha tal documento.

Deputados questionam concessão de passaporte diplomático a evangélicosDr. Rosinha.
Os deputados Dr. Rosinha (PT-PR) e Perpétua Almeida (PCdoB-AC) vão questionar o Ministério das Relações Exteriores sobre os motivos usados para dar o passaporte diplomático para líderes evangélicos.
Para o deputado petista esses líderes não são reconhecidos pela sociedade, apenas dentro das religiões que representam, e que não deveriam receber tal documento. “O passaporte diplomático deve ser reservado às autoridades efetivamente reconhecidas pelo Estado brasileiro e pela sociedade. Um religioso pode ser uma autoridade reconhecida pelo Estado brasileiro, mas não é reconhecido pela sociedade em geral”, disse.
Já Perpétua, que é presidente da Comissão de Relações Exteriores e de Defesa Nacional, quer entender não só o motivo da entrega como do pedido feito ao Ministério que justifique o uso desse passaporte especial.
“Os parlamentares têm interesse de saber quais são os motivos que estão levando o ministério a conceder tantos passaportes além da legislação. E, inclusive, os motivos que levaram ao pedido desses passaportes, até onde eles são realmente de interesse nacional”, disse ele.
A entrega de passaportes diplomáticos para os pastores R.R. SoaresValdemiro Santiago e Samuel Ferreira gerou uma grande polêmica onde muitas pessoas questionavam se esses líderes teriam direito ou não a usar um documento que é destinado apenas a membros do Congresso Nacional, presidente e vice-presidente.
Ao conceder os passaportes o Ministério das Relações Exteriores cita o inciso do Decreto 5.978/06 que expande o direito de ter este documento “às pessoas que, embora não relacionadas nos incisos deste artigo, devam portá-lo em função do interesse do País”. Com informações da Agência Câmara.

Fonte: Gospel Prime

Comentário do Autor deste Site: Bispo Jéferson Fabiano:
O Dr. Rosinha e Deputada Perpertua Almeida desconhecerem os motivos pelos quais os Ministério das Relações Exteriores é no minimo um absurdo e uma atitude irracional. Quando alguém o que de fato faz um pastor, bispo, padre dentro de uma sociedade. 

Agora os nobres deputados também deveriam questionar os motivos pelos quais alguns movimentos gays querem tal passaporte. 

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

NAAMÃ E O VALOR EM REAIS DE SEU PRESENTE PARA ELISEU

IMAGENS E VIDEOS DOS TSUNAMIS (MAREMOTOS) QUE ASSUSTARAM O MUNDO

MESMO CONDENADO LULA AINDA PODE SER CANDIDATO A PRESIDENTE