TRUMP QUER SER CONHECIDO COMO O PRESIDENTE QUE MAIS OROU

Desde que assumiu o poder, o presidente Donald Trump tem recebido visitas constantes de líderes cristãos. Ele recentemente compartilhou alguns de seus objetivos pessoais e surpreendeu os pastores com suas afirmações.
Segundo a CBN News, há uma clara influência cristã na Casa Branca. Mary Colbert, que dirige um ministério de intercessão declarou: “No momento em que ele deixar o cargo, [Trump] quer ser lembrado como o presidente que mais orou na história”.

Mary e seu marido, Don Colbert, participaram de várias reuniões com o presidente.  Ela garante: “Donald Trump não é o mesmo homem que vocês ouviam falar no passado. Ele teve uma mudança radical em seu coração. Está envolvido com guerreiros de oração e recebendo a muitos em seu conselho consultivo”.
O pastor Johnnie Moore, outro dos conselheiros evangélicos de Trump, destaca que o atual presidente “valoriza muito as orações dos líderes cristãos”. Ele recentemente postou uma foto de Trump recebendo orações de pastores evangélicos no Salão Oval.
Durante a campanha eleitoral, Trump visitou muitas igrejas e citou a Bíblia em diferentes ocasiões, mas essa é uma antiga tradição dos candidatos. O que parece ser diferente dessa vez foi a notícia que o bilionário que acumulou polêmicas no passado, teria aceitado Jesus e se convertido de verdade.

Entre os membros do primeiro escalão que se reúnem semanalmente para orar a ler a Bíblia na sede do governo, além de Trump estão os ministros Tom Price (Saúde), Rick Perry (Energia), Betsy DeVos (educação), Sunny Perdue (agricultura) e o diretor da CIA Mike Pompeo.
Segundo os registros oficiais, esse tipo de reunião havia parado de ocorrer na Casa Branca há 100 anos, sendo retomada após a posse do atual gabinete.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

NAAMÃ E O VALOR EM REAIS DE SEU PRESENTE PARA ELISEU

NAAMÃ E SUAS QUALIDADES

Caso Lindomar Castilho- Um Astro que se rendeu ao Ciúme