AS RETALIAÇÕES DA NOVA ORDEM MUNDIAL CONTRA O REINO UNIDO

O Anuncio de saída do Primeiro Ministro da Grã Bretanha David Cameron, é no minimo estranho, mas, não é nenhuma surpresa, ele tentou de todas as formas manter o Reino Unido na UE, porém, fracassou, este fracasso tornou impossível sua permanência no cargo de primeiro ministro para a Nova Ordem Mundial.
A Saída de David Cameron nada mais é do que uma retaliação, uma forma de punição a Cameron por seu fiasco na campanha e por realizar o referendo. A derrota da Nova Ordem Mundial nas urnas no referendo, indica que David Cameron como primeiro ministro não tem mais utilidade.
Agora, estamos presenciando algumas retaliações da Nova Ordem Mundial contra o Reino Unido, aponto aqui três evidencias claras dessas retaliações:

      1)  A Saída Forçada de David Cameron
      2) Referendo na Escócia e na Irlanda para causar "Desunião" 
      3) UE ordena que o Reino Unido saia logo, após Resultado de Referendo 

o Anuncio de um Novo referendo na Escócia e na Irlanda nada mais é do que uma forma de incomodar e causar instabilidade no Reino Unido, mostrar seu poder de influencia dentro da Grã Bretanha através dos meios de Comunicação e de políticos subordinados. A Capacidade e manipular e a constante manipulação da massa por meio da imprensa é impressionante.

Escócia pode ter novo referendo pela independência, diz premiê escocesa, Nicola Sturgeon (Foto: Clodagh Kilcoyne/Reuters)Escócia pode ter novo referendo pela independência, diz premiê escocesa, Nicola Sturgeon (Foto: Clodagh Kilcoyne/Reuters)









Diante do resultado a Escócia influenciada pela Imprensa e por lideranças ligadas a Nova Ordem Mundial deve realizar outro referendo sobre sua Independência do Reino Unido, foi o que deixou claro a primeira ministra escocesa Nicola Sturgeon, ao declarar que fará o que for necessário para garantir o lugar do país na União Européia. 
"É uma afirmação do óbvio que a opção por um segundo referendo precisa estar na mesa e está na mesa", disse Nicola Sturgeon.
"Penso que um referendo sobre a independência agora é muito provável", acrescentou.
Por larga margem em 62% a 38% a população da Escócia votou a favor da permanência  do Reino Unido na UE. 
Disse mais a primeira Ministra: "Quero deixar absolutamente claro hoje que pretendo tomar todas as medidas possíveis e explorar todas as opções para efetivar o que o povo da Escócia votou, em outras palavras, para garantir nosso lugar na UE e em um mercado único".
 Referendo na Irlanda
O chefe do movimento "Sinn Fein", da Irlanda do Norte, afirmou que vai pedir um referendo sobre a união do país com a Irlanda, que fica na mesma ilha da Irlanda do Norte, mas é outro país e não faz parte do Reino Unido. “O resultado desta noite muda dramaticamente o cenário político aqui no norte da Irlanda e nós vamos intensificar nosso caso para convocar um referendo”, disse Declan Kearney, em comunicado. (Fonte G1) 

2) A Saída forçada de David Cameron 
O resultado do Referendo forçou a saída do Primeiro Ministro Britânico David Cameron o qual declarou:  "Os britânicos votaram pela saída e sua vontade deve ser respeitada", alfinetou  o premiê, afirmou Cameron sobre a "Brexit", que é a junção das palavras em inglês "Britain" (Grã-Bretanha) e "exit" (saída)".que deve deixar o cargo em outubro. 
A Cara de Cameron demonstrava que ele estava muito abatido com o resultado, a fala embargada denunciava que sua renuncia era forçada. No sábado (18), em entrevista ao jornal "The Times", Cameron havia dito que continuaria à frente do governo independentemente do resultado do referendo, por se sentir a pessoa mais adequada para liderar as negociações, por causa de suas  "sólidas relações" na Europa. Veja a face de Cameron e tirwe suas conclusões durante discurso após o resultado do Referendo que ele mesmo apostou que daria certo, e o tiro saiu pela culatra dele e da Nova ordem Mundial. 
O primeiro-ministro britânico David Cameron durante pronunciamento após referendo decidir que Reino Unido vai abandonar a União Europeia (Foto: Stefan Wermuth / Reuters)
Cameron com essa faxada deixa claro que foi forçado a Renunciar 
3)  UE ordena que o Reino Unido saia logo, após resultado de Referendo
Martin Schulz, presidente do parlamento Europeu (Foto: REUTERS/Eric Vidal)Martin Schulz, presidente do parlamento Europeu (Foto: REUTERS/Eric Vidal)









É traumática a decisão da União Européia de "Expulsar" o Reino Unido para fora do bloco, é uma afronta e um desrespeito para a com a população. Abaixo segue matéria do G1 sobre a "Expulsão" do Reino Unido da UE.
"A União Europeia (UE) quer o Reino Unido fora do bloco o mais rápido possível, disse o presidente do Parlamento Europeu, Martin Schulz, nesta sexta-feira (24). O presidente da Comissão Europeia, Jean-Claude Juncker, também apoia que a mudança seja feita em breve. Em referendo realizado na quinta, os britânicos optaram pela desvinculação do país da UE -- a chamada Brexit, junção das palavras em inglês "Britain" (Grã-Bretanha) e "exit" (saída).
Segundo o jornal "The Guardian", Schulz afirmou que os advogados da União Europeia estão avaliando maneiras de acelerar o procedimento - nunca antes utilizado - para saída do bloco. Para ele, o prazo anunciado pelo primeiro-ministro britânico David Cameron, que comunicou sua renúncia e disse que um substituto encaminhará o processo de saída a partir de outubro, não é suficientemente rápido.
Schulz disse que a demora na desvinculação britânica ao bloco acarretaria incerteza, "o oposto do que precisamos", e afirmou que é difícil aceitar que "um continente inteiro esteja sendo refém por causa da briga interna de um partido."
“Duvido que esteja apenas nas mãos do governo do Reino Unido", disse. "Temos que tomar nota dessa declaração unilateral de que eles querem esperar até outubro, mas essa não deve ser a última palavra."

Já o presidente da Comissão Europeia, Jean-Claude Juncker, disse que quer começar a negociar a saída do Reino Unido e disse não haver razão para esperar até outubro, quando o primeiro-ministro britânico, David Cameron, deixará o cargo.

"Os britânicos decidiram ontem que querem deixar a União Europeia. Então, não faz sentido algum esperar até outubro para tentar negociar os termos da saída deles", disse Juncker em entrevista à emissora de TV alemã ARD. "Gostaria de começar imediatamente."
Juncker disse que a UE buscará uma "abordagem razoável" nas negociações da separação. "Não é um divórcio amigável, mas de todo modo não era um caso de amor muito próximo", disse." (FONTE G1)
De agora em diante podemos aguardar medidas drásticas para retaliar o Reino Unido, estamos assistindo o ódio e o repúdio da Nova Ordem Mundial a decisão da população do Reino Unido por contrariar suas medidas.  

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

IMAGENS E VIDEOS DOS TSUNAMIS (MAREMOTOS) QUE ASSUSTARAM O MUNDO

Alessandro Gregorute é Apostolo? Ou Um Pastor que sem querer prega Heresias?

NAAMÃ E O VALOR EM REAIS DE SEU PRESENTE PARA ELISEU