MULHER QUE SOFREU QUEIMADURA QUANDO ERA BEBE REENCONTRA ENFERMEIRA QUE CUIDOU DELA



Uma mulher que sofreu sérias queimaduras quando ainda era um bebê finalmente terá a chance de encontrar a enfermeira que cuidou dela há quase 40 anos para dizer “muito obrigado”. O encontro só se tornou possível porque ela postou fotos da enfermeira com o apelo: me ajudem a encontrar essa enfermeira, por favor.
Amanda Scarpinati, uma gerente de recursos humanos de 38 anos, tinha três meses de vida quando sofreu sérias queimaduras nos dedos e na cabeça causadas por um vaporizador. Nas fotos em preto e branco postadas na rede social, o bebê aparece coberto por ataduras sendo confortado por uma enfermeira no Centro Médico St. Albany, nos Estados Unidos, em 1977.
“Quando eu era criança, eu sofri bullying por causa das marcas de queimaduras e isso me incomodou muito”, contou Amanda à emissora News10. Ela passou por várias cirurgias de reconstrução facial ao longo dos anos.
“Eu olhava então para aquelas fotos e ‘falava’ com ela [a enfermeira], mesmo sem saber quem ela era. Eu me consolava ao pensar nessa mulher que parecia tão sincera em cuidar de mim”.
À emissora News10, Amanda contou que sempre guardou as fotos com cuidado, pois elas representam algo muito importante para ela. As fotos foram publicadas no relatório anual do hospital e durante 20 anos Amanda tentou descobrir a identidade da enfermeira – sem sucesso.

“São as enfermeiras que estão lá para confortar você, e aqui estou eu, esse bebezinho”, contou ela à emissora. “E lá está ela, olhando para mim e sorrindo e eu não estava chorando, o que quer dizer muita coisa”.
No início de setembro, Amanda Scarpinati postou as fotos no Facebook, mas sem muita esperança de que poderia encontrar a identidade da enfermeira.
Mas 12 horas depois, o post se tornou viral e uma ex-enfermeira, Angela Leary, enviou uma mensagem a Amanda dizendo que a mulher da foto era Susan Berger, que havia se mudado para Syracusa há alguns anos.
Um repórter local conseguiu encontrar Susan, que atualmente é responsável por um centro de saúde no Cazenovia College na região de Finger Lakes, em Nova York.
As duas conseguiram conversar pelo telefone e devem se encontrar nesta terça-feira (29) pessoalmente – e marcar o momento com uma foto.
Após falar com a ex-enfermeira ao telefone, Amanda se disse emocionada. “Foi incrível. Ela tem uma voz tão gentil, de quem se importa [com as pessoas], exatamente como eu imaginava”.
Por telefone, Susan Berger disse à emissora que se lembrava da menina. “Eu me lembro dela. Ela era tão quietinha. Em geral, quando bebês acabaram de passer por uma cirurgia, como era o caso dela, ou eles dormem ou choram muito. E ela era tão calma. Era incrível”.
“Não sei quantas enfermeiras têm a mesma sorte de que algo deste tipo aconteça, que os pacientes se lembrem delas após tanto tempo. Eu me sinto abençoada por representar todas as enfermeiras que algum dia já cuidaram dela por todos esses anos.”

FONTE:http://epocanegocios.globo.com/Informacao/Acao/noticia/2015/09/mulher-que-sofreu-queimaduras-quando-era-bebe-usa-facebook-para-encontrar-enfermeira-que-cuidou-dela.html

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

IMAGENS E VIDEOS DOS TSUNAMIS (MAREMOTOS) QUE ASSUSTARAM O MUNDO

Alessandro Gregorute é Apostolo? Ou Um Pastor que sem querer prega Heresias?

NAAMÃ E O VALOR EM REAIS DE SEU PRESENTE PARA ELISEU