Mulher Siro Fenícia e sua Determinação


Mc. 7:24 Levantando-se dali,
foi para as regiões de Tiro e Sidom.
E entrando numa casa, não queria que ninguém o soubesse, mas não pode ocultar-se;
25 porque logo, certa mulher,
cuja filha estava possessa de um espírito imundo,
ouvindo falar dele, veio e prostrou-se-lhe aos pés;
26 (ora, a mulher era grega, de origem siro-fenícia) e rogava-lhe que expulsasse de sua filha o demônio.
27 Respondeu-lhes Jesus:
Deixa que primeiro se fartem os filhos;
porque não é bom tomar o pão dos filhos
e lança-lo aos cachorrinhos.
28 Ela, porém, replicou, e disse-lhe: Sim, Senhor;
mas também os cachorrinhos debaixo da mesa comem das migalhas dos filhos.
29 Então ele lhe disse: Por essa palavra, vai;
 o demônio já saiu de tua filha.
30 E, voltando ela para casa, achou a menina deitada sobre a cama, e que o demônio já havia saído.
A Perseverança diante das Adversidades é marca dos Vencedores


                             A Fama dos Milagres efetuados por Cristo Jesus corria por todos os cantos do mundo antigo como ainda hoje ocorre, inclusive nos confins de Tiro e Sidom. Ao ouvir os Espantosos milagres realizados por Jesus e a polêmica em torno da pessoa de Jesus causada por escribas, Saduceus e fariseus, esta mulher conhecendo a Palavra de Deus não pensou duas vezes, ela correu logo ao encontro de Jesus, saiu de longe para encontra-lo. 
                           Quando precisamos de uma Benção especial, não podemos medir distancia para buscar um milagre por parte de Cristo, e foi exatamente isso que essa mulher fez, ela saiu em busca de seu milagre em Cristo Jesus.   


Um pouco de História 

                                 A Mulher era cananeia (Mt. 15: 22) pois seus ancestrais os semitas filhos descendentes de Noé, ocuparam a Região Siro Fenícia no passado (3.000 a.C.) os fenícios mais precisamente ocupavam uma faia entre as montanhas do Líbano e o Mar Mediterrâneo cerca de 35 Km de largura por 200 Km de extensão. Os semitas ocuparam a terra de Canaã como promessa que Deus havia assegurado a eles ainda no tempo de Abraão.(Gn. 12:1-6) os semitas são ancestrais de todos os povos Israelitas e árabes que hoje ocupa aquela área.  
  
                    Eram povos simples, vivia do comércio de pesca, porem muitos inteligentes e geralmente letrados, para facilitar o Comércio os Fenicios inventaram um alfabeto (XIII a XI a.C.) pratico com 22 letras tendo em vista a escrita cuneiforme e a Hieroglífica, este alfabeto era apenas composto de consoantes, e serviu de base para o alfabeto grego, só para lembrar o alfabeto latino veio do alfabeto grego e o Alfabeto Brasileiro veio do alfabeto latino.
                               No Evangelho de Marcos lemos que ela era grega de origem siro fenícia (Mc.7:26), isto quer dizer que ela nasceu na Região Siro Fenícia, no entanto sua cultura e língua era grega. Ela estava com sua filha ainda pequena terrivelmente possessa de demônios. Agora vamos direto ao ponto as lições que podemos aprender com esta Mulher Siro Fenícia.


Aprendendo com a Mulher Siro-Fenícia 

- A Mulher Siro Fenícia buscou solução para a sua Filha aos pés de Jesus, e não aos pés de feiticeiro ou coisa semelhante.
- A Mulher Siro Fenícia se lançou aos pés de cristo sem cerimônias, não se intimidou de se humilhar aos pés de Cristo publicamente em favor de sua filha.
- A Mulher Siro Fenícia era determinada e atenta aos acontecimentos em torno de Cristo, ela soube que Cristo estaria ali porque evidentemente procurou saber e porque estava cercada de pessoas que falava de Cristo e não da vida alheia, ela andava em boas companhia. 
- A  Mulher Siro Fenícia era muito esforçada ela não mediu distancia para buscar a Cristo, pois Tiro e Sidom localiza-se ao sul da região que ela morava, ela não mediu esforços de buscar em Cristo solução para sua filha
- A Mulher Siro Fenícia meditava na Bíblia Sagrada e sabia que Cristo era o Deus encarnado e Filho de Davi conforme a Promessa Divina (Mt. 15:22)
- A Mulher Siro Fenícia sabia que Jesus não Consegue se ocultar do clamor de uma pessoa aflita, mesmo que queira.(Marcos 7:24)
- A Mulher Siro Fenícia não não pedia, não orava apenas, ela clamava, implorava, suplicava a Deus com toda força e sem se intimidar com o joio no meio do povo de Deus (Mt
- A Mulher Siro Fenícia através de seu esforço e clamor conseguiu até tocar no coração dos discípulos de Jesus, que logo intercederam em favor dela (Mt. 15:23)
-  A Mulher Siro Fenícia não queria ser melhor do que ninguém (Filhos de Israel Mateus. 15:24) e nem queria tomar a frente de ninguém, ela queria o Milagre. 
- A Mulher Siro Fenícia não queria chamara atenção de ninguém, apenas a atenção para que seu milagre viesse acontecer.
- A Mulher Siro Fenícia clamava a Cristo por compaixão, pois sabia que diante dele ninguém é 'santo' o suficiente para Receber um milagre: "Senhor, Filho de Davi, tem compaixão de mim, que minha filha está horrivelmente endemoninhada".(Mt. 15:22)
- A Mulher Siro Fenícia não escondia o sofrimento e aflição de sua filha, é lógico que ela não de sua casa até Cristo contando pra todo mundo seu problema, mas relatou seu problema para a pessoa certa Cristo Jesus. 
- A Mulher continuava esperançosa mesmo com Cristo Jesus em Silencio
- A Mulher Siro Fenícia se prostrava aos Pés de Cristo implorando por um Milagre (Mc. 7:25) 
- A Mulher Siro Fenícia não Rogava aos Idolos da Siria e da Fenícia em busca de solução para sua vida, mas Rogava a Cristo por uma benção em favor de sua filha e sua família (Mc. 7:26)
- A Mulher Siro Fenícia não considerava o seu problema grande demais para Deus, para ela este problema diante dele era com uma 'migalha de pão'. 
- A Mulher Siro Fenícia continuava adorando a Deus mesmo, quando aparentemente ele não lhe atenderia (Mt. 15:25)
- A Mulher Siro Fenícia estava determinada a inquietar Cristo em buscar da benção, não é pecado inquietar Deus em busca de um milagre. 
- A Mulher Siro Fenícia não lançou seu desespero aos pés dos outros, ela lançou todas as ansiedades e inquietações aos pés de Cristo. (Mc. 7: 25)
- A Mulher Siro Fenícia não parava de Orar, Suplicar para alcançar a Benção em favor de sua casa.
- A Mulher Siro Fenícia partia atrás de Cristo, mesmo quando suas orações pareciam que não seriam atendidas:
"Contudo ele não lhe respondeu palavra. Chegando-se, pois, a ele os seus discípulos, rogavam-lhe, dizendo: Despede-a, porque vem clamando atrás de nós."(Mt. 15:23)
- A Mulher Siro Fenícia era persistente em buscar ao Senhor Jesus (Mt. 15: 23)
- A Mulher Siro Fenícia era Humilde e não soberba, não importava em clamar a Deus publicamente.
- A Mulher Siro Fenícia em momento nenhum murmurou com o 'aparentemente' descaso e despreso de Jesus
- A Mulher Siro Fenícia continuava adorando e clamando a Cristo Jesus mesmo diante do "aparente" descaso. 
- A Mulher Siro Fenícia creu na Palavra de Cristo e foi para casa em paz.

Respondeu-lhes Jesus:
Deixa que primeiro se fartem os filhos; porque não é bom tomar o pão dos filhos e lança-lo aos cachorrinhos.

                 Alguns pregadores as vezes cai no equivoco de dizer que Jesus chamou a mulher siro fenicia indiretamente de 'cachorra'. Rs, rs! 
             Na verdade não é bem assim a palavra 'cachorrinho' no grego é 'Kunarian', uma expressão carinhosa, de afeto aos animais de estimação, foi uma breve parábola que cristo contou para ela, vamos entrar nesta parábola:

Mt. 15: 26 Ele, porém, respondeu:
Não é bom tomar o pão dos filhos e
lançá-lo aos cachorrinhos.
27 Ao que ela disse: Sim, Senhor, mas até os cachorrinhos comem das migalhas que caem da mesa dos seus donos.
28 Então respondeu Jesus, e disse-lhe:
Ó mulher, grande é a tua fé! seja-te feito como queres.
E desde aquela hora sua filha ficou sã.

Imagine uma mesa repleta de alimentos com criancianhas ao redor, 
e debaixo da mesa um cachorrinho!

                Enquanto os filhinhos comem se alimentando do pão, o cachorrinho espera ansiosamente a sua vez em torno da mesa, no momento ele só sente o cheiro e fica ansioso e inquieto, como ela, a mulher siro fenícia. 

      O Pão = Benção, o Milagre, a Dádiva, o Alimento espiritual, O sustento...
      Filhos: A Nação de Israel é a Nação escolhida, adotada como um Filho  . 
      Cachorrinho: Nações Gentílicas, as quais muito estimadas por deus como um cachorrinho de estimação. 
     
                   A mulher siro fenícia era muito atenta e se aplicava aos detalhes, ela entendeu na hora a parábola e disse: Sim, Senhor, mas até os cachorrinhos comem das migalhas que caem da mesa dos seus donos.
       
                    A Mensagem dela para Cristo era essa: Senhor e Salvador, não te peço o pão, mas apenas uma migalha.

  Isto tocou no coração e na alma de Cristo o que fez com ele imediatamente ele liberasse a benção: 
 "Ó mulher, grande é a tua fé! seja-te feito como queres. E desde aquela hora sua filha ficou sã."

O Grande Milagre que você precisa pode ser apenas uma Migalha diante do
 Milagre  que Deus vai fazer em sua Vida






















   A mulher não deseja o PÃO completo, e sim a migalha, ela acreditava que a cura de sua filha era apenas uma migalha de milagre para Cristo, não era nada para ele aquele milagre, bastava uma palavra dele, sem nenhum esforço e logo o milagre aconteceria, tanto é que foi para casa confortada, crendo na palavra de cristo que ao chegar em casa encontraria sua filha libertada da opressão do demônio.  

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

IMAGENS E VIDEOS DOS TSUNAMIS (MAREMOTOS) QUE ASSUSTARAM O MUNDO

NAAMÃ E O VALOR EM REAIS DE SEU PRESENTE PARA ELISEU

Jackie Evancho chegou ao 1º lugar dos tops norte-americanos após o anúncio da sua participação na Posse de Trump