‘Hollywood não aceita bem atores cristãos’, diz Stephen Baldwin


Aos 46 anos, Stephen Baldwin professa abertamente sua fé em Jesus
O ator Stephen Baldwin disse no popular programa da TV americana ‘Good Morning America’ que sua convicção religiosa e defesa contínua da fé cristã custou sua carreira artística. Ele afirmou que sua “devoção ao cristianismo não se pega bem com a maioria dos executivos de Hollywood”.
Premiado com um Emmy, Stephen é o irmão mais novo de Alec Baldwin, da série ’30 Rock’.
Ele conta que se converteu a Cristo após os ataques terroristas de 11 de setembro de 2001.
Uma crente brasileira chamada Augusta, contratada para cuidar da sua casa quando a sua esposa engravidou, impressionou-os com os cânticos bíblicos que entoava enquanto trabalhava, contribuindo decididamente para a sua conversão. A primeira a converter-se foi a sua mulher, Kennya.
Desde então, Baldwin tem sido um defensor da fé, dando seu testemunho por todo o país.
O casal foi evangelizado por uma empregada brasileira que era cristã
Em 2006, ele disse ao cantor Bono Vox, líder da banda U2, também evangélico, que deveria pregar Cristo em vez de fazer campanhas beneficentes pelo mundo. Baldwin acredita que a cura do mundo está apenas nos ensinamentos de Jesus Cristo.
No momento afirma estar se preparando para dirigir “dois ou três filmes no próximo ano”. Seriam longas com temáticas espirituais e que mostrariam o lado prático da vida cristã.
Mas ele também reclamou que sua fé tem fechado portas. “Dois anos atrás, um diretor de elenco disse: ‘Sinto muito, mas eu tento propor seu nome para alguns papéis e todos me olham como se eu fosse louco”.
Questionado se é possível alguém abertamente cristão ter sucesso em Hollywood, ele respondeu: “É claro que sim, você não acha que eu consegui?”.
A controvérsia mais recentes do meio artístico envolvendo cristãos foi o vídeo do jovem Angus T. Jones, astro de ‘Two and a Half Men’ (Dois Homens e Meio), que chamou os programas de entretenimento de televisão de “sujeira”, e pediu que as pessoas parassem de assistir seu programa.
Apesar do pedido de desculpas posterior, após suas declarações a CBS, emissora do grupoWarner Bros, anunciou que ele não continuaria no programa.

Fonte: Examiner, The Christian Post, Protestante Digital e Gospel Prime

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

NAAMÃ E O VALOR EM REAIS DE SEU PRESENTE PARA ELISEU

IMAGENS E VIDEOS DOS TSUNAMIS (MAREMOTOS) QUE ASSUSTARAM O MUNDO

Jackie Evancho chegou ao 1º lugar dos tops norte-americanos após o anúncio da sua participação na Posse de Trump