O Ladrão que roubou a lógica da Reencarnação

Lucas 23: 39 Então um dos malfeitores que estavam pendurados, blasfemava dele, dizendo: Não és tu o Cristo? salva-te a ti mesmo e a nós.
40 Respondendo, porém, o outro, repreendia-o, dizendo: Nem ao menos temes a Deus, estando na mesma condenação?
41 E nós, na verdade, com justiça; porque recebemos o que os nossos feitos merecem; mas este nenhum mal fez.
42 Então disse: Jesus, lembra-te de mim, quando entrares no teu reino.
43 Respondeu-lhe Jesus: Em verdade te digo que hoje estarás comigo no paraíso.

                                        O Ladrão da cruz depois de cometer vários delitos e com a consciência de culpa na cruz, chegando ao ponto de admitir suas culpabilidades, seus pecados, reconhecendo que Cristo só fizera o bem não merecia está ali. Este ladrão debateu com o outro malfeitor, o qual deveria conhecer, pois apontava as falhas de ambos. Como também deveria conhecer o Senhor Jesus, pois o defendia diante daqueles que o acusavam.
                                   Outrora, esse malfeitor, por uma razão ou por outra não havia se convertido em tempo oportuno, mas na cruz, aproveitou a oportunidade e creu no Senhor Jesus de tal modo que alcançou a salvação.
A fé daquele homem era tamanha, mesmo vendo o Cristo crucificado junto com ele, observando este Jesus completamente mutilado pelos maus tratos e espancamentos, estando ali o Cristo prestes a morrer diante de seus olhos, aquele malfeitor creu que o Cristo morreria e ressuscitaria sendo capaz de salvar ele e toda a humanidade. Fé extraordinária por parte deste homem, quando a fé muitos, até de alguns apóstolos esmorecia diante de tal cena. 

Marcos 16:10 Foi ela anunciá-lo aos que haviam andado com ele, os quais estavam tristes e chorando;
11 e ouvindo eles que vivia, e que tinha sido visto por ela, não o creram.
12 Depois disso manifestou-se sob outra forma a dois deles que iam de caminho para o campo,
13 os quais foram anunciá-lo aos outros; mas nem a estes deram crédito.

O ladrão da cruz rouba a lógica da reencarnação pelos menos 05 Motivos:
1)      Não passou pelo Processo da Reencarnação para ser salvo
2)     Foi direto ao Paraíso mesmo sendo malfeitor
3)     Foi salvo pela Fé e não pelas Obras
4)     Afirma a Existência de um Paraíso fora daqui
5)     Ressurreição e Não Reencarnação
                                   Curiosamente também não passou pelo purgatório.


II – O Ladrão e a Doutrina da Reencarnação

                                   Este ladrão embora sendo um malfeitor confesso e condenado pelos homens alcançou a salvação sem passar pelo processo da Reencarnação, sem passar pelo Carma, doutrina defendida por vários segmentos espíritas, a qual prega que o ser humano precisa reencarnar passando por varias vidas pagando os delitos cometidos até chegar à perfeição.
                                   O que ocorre com aquele ladrão refuta toda essa crença de reencarnação, afirmando a Ressurreição, pois o ladrão foi transferido para o Paraíso naquele mesmo dia.  
                                   Nessa ocasião nem Cristo, nem o ladrão reencarnaram, mas ressuscitaram, enquanto que o outro ladrão foi condenado e não reencarnou. Ora, se o Paraíso é imediato assim que morremos. O Hades (lugar de Tormento) também é de imediato conforme Hebreus:

Hb.9:27 E, como aos homens está ordenado morrerem uma só vez, vindo depois o juízo,
28 assim também Cristo, oferecendo-se uma só vez para levar os pecados de muitos, aparecerá segunda vez, sem pecado, aos que o esperam para salvação.


                                   Lucas 16:19 a seguir : Lázaro e o Rico também serve de base para desmontar a teoria da Reencarnação. 

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

IMAGENS E VIDEOS DOS TSUNAMIS (MAREMOTOS) QUE ASSUSTARAM O MUNDO

NAAMÃ E O VALOR EM REAIS DE SEU PRESENTE PARA ELISEU

Jackie Evancho chegou ao 1º lugar dos tops norte-americanos após o anúncio da sua participação na Posse de Trump