'Irmã Zuleide' deverá pagar por ter cometido crimes virtuais, diz delegada


'Irmã Zuleide' é detida em Santos após constranger professora (Foto: Reprodução/Facebook)'Irmã Zuleide' foi detida em Santos após constranger
professora (Foto: Reprodução/Facebook)
O DJ Álvaro Oliveira Rodrigues, de 20 anos, conhecido na internet por ser o autor do perfil 'Irmã Zuleide', não deve passar impune pela denúncia feita por uma professora de Campinas que, segundo a polícia, é a verdadeira proprietária da imagem que deu à vida ao perfil que satiriza os evangélicos. Segundo a delegada Edna Pacheco Fernandez Garcia, responsável pelo caso, Rodrigues não deve ser preso mas, provavelmente, terá que prestar serviços comunitários para pagar pelo crime virtual que cometeu.
De acordo com Edna, o caso continua sendo investigado e novos depoimentos devem acontecer durante essa semana. Ela explica que a vítima não sabia quem era que estava por trás do perfil 'Irmã Zuleide' mas, agora, com o autor identificado, o processo deve andar mais rápido. "Inicialmente ele não vai ser preso. Provavelmente ele pegue um serviço comunitário. Não podemos garantir porque vai depender do entendimento do poder judiciário", explica a delegada.
A professora de Campinas, que teve a imagem veiculada sem autorização nos perfis das redes sociais, deveria ter prestado depoimento em Santos, no litoral de São Paulo, na última sexta-feira (1º). Segundo a delegada, ela não compareceu porque está com graves problemas emocionais causados pela exposição na internet.  “A vítima tinha marcado de vir até aqui mas, infelizmente, ela não pôde vir por conta dos problemas psicológicos e psiquiátricos que ela tem passado. O advogado me ligou e foi remarcada a data para a semana que vem”, afirma a delegada.
O caso
A página "Irmã Zuleide" no Facebook, que utiliza um tom cômico para tratar assuntos do cotidiano, ganhou destaque há quase dois anos, e já acumula mais de 2,1 milhões de seguidores. A polícia começou a investigar o DJ porque a foto utilizada no perfil é, na verdade, de uma professora de Campinas – que afirma ter sofrido transtornos com a exposição e acionou a polícia para remover o conteúdo da internet.
Quando informada que o dono da página faria um show em uma casa noturna do Centro de Santos, a professora seguiu, com seu advogado, para a Baixada Santista e procurou o 1º Distrito Policial da Cidade. Segundo a polícia, Rodrigues não estava caracterizado como "Irmã Zuleide" quando identificado pelos policiais, mas foi encontrado e detido.
O DJ, que é natural do Rio Grande do Norte, admitiu ser o autor do personagem. Em depoimento, disse que a intenção da página era satirizar uma igreja evangélica, e que a foto da professora foi achada em uma pesquisa aleatória feita por um buscador. Ele foi liberado em seguida.

FONTE: G1

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

IMAGENS E VIDEOS DOS TSUNAMIS (MAREMOTOS) QUE ASSUSTARAM O MUNDO

NAAMÃ E O VALOR EM REAIS DE SEU PRESENTE PARA ELISEU

Jackie Evancho chegou ao 1º lugar dos tops norte-americanos após o anúncio da sua participação na Posse de Trump