A Geração do Crack, um futuro Ameaçado





 


                             Favor não confundir Crack uma droga alucinógena, com Craque = pessoa excelente em qualquer área.


                             O Uso de drogas em nosso dias é tão comum, que lideres políticos como o ex-presidente Fernando H. Cardoso, o senador Eduardo Suplicy, e o ex-presidenciável Plínio Arruda Sampaio, admite que usaram algum tipo de droga no passado.
                             Essa ‘Geração Química’ cresce a cada dia de modo assustador e descontrolado. As autoridades se mostram impotentes diante da ‘Geração dependente Química’, a impressão que temos é ninguém está imune a ela. Todos estão em sua mira e domínio. Como prova disso celebridades como Michael Jackson e Madonna, quando vieram ao Brasil, pediram permissão para os “Chefes do trafico” e não para nossas autoridades legalmente constituídas, os lideres do trafico deram autorização para as filmagens de clipes e visita.
                             Um dia desses vi uma Reportagem com uma mãe que havia decidido ‘ACORRENTAR’, o filho em casa na tentativa de libertá-lo do vicio. Cabe uma Pergunta: libertá-lo acorrentando-o? Seria isso um exagero? Talvez não! O Menino estava de acordo, além do mais tratar de dependentes do Crack é caro demais, é para poucos, somente os filhos dos ricos podem ser resgatados, a dependência do Crack é uma forma rápida de ‘assassinar em surdina’ os filhos dos pobres negando-lhes tratamentos.
                            Mães acorrentarem os filhos para livrá-los do crack e de outras dependências químicas, se tornou uma rotina, a mídia de vez em quando divulga um, deveria divulgar todos, só assim todos ganhariam tratamento mantidos por ONGs, já que os governos não querem tratar deles.


                             A Geração do Craque como Pelé, que no campo de Futebol fazia arte com a bola, ao lado do saudoso Mané Garrincha, ‘O Garrincha que levou um olé da droga legalizada (bebidas alcoólicas). Outros craques como Carlos Chagas, o águia de Haia Rui Barbosa, o pai da aviação Santos Dumont, que também inventou o relógio de pulso, Oscar Niemeyer, grande arquiteto, pastores de renome como Geziel Nunes Gomes e Antonio Gilberto, corredores de Formula 1 como Nelson Piquet, Ayrton Senna, e tantos os outros da geração de craques, são sombras do passado?
                             Infelizmente parece que sim, estamos nos deparando com jovens estudantes de escolas públicas e particulares, sejam estudantes do 1º ou 2º grau, recebendo propostas indecentes, sim indecentes. São convidados a experimentar vários tipos de alucinógenos, parece que não há fiscalização, e quando há é ineficaz ou negligente, são raras as vezes que funcionam. Algumas, veja bem “Algumas’ de nossas futuras pedagogas, médicas, assistentes sociais, dentistas, advogadas, oftalmologistas... estão sendo convidadas a se prostituir para pagarem a faculdade e/ou consumir o crack entre outros elementos químicos alucinantes.
                             Estamos lidando passivamente com a ‘Geração do Crack’, a maldita pedra associada a outras drogas são negociados e distribuídos nas esquinas, de cada bairro de pequenas, médias e grandes cidades, assistimos ‘Comunidades’ dominadas pelo Crime, cidadãos divididos entre os lideres do tráfico e a policia.
                             Cidadãos indefesos refém de criminosos disfarçados de policia e de criminosos assumidos. Isso vai até onde? Vai durar por quanto tempo?
                             Algumas nações já se renderam aos chefes do trafico, o exemplo disso é o México, lá as autoridades temem os traficantes, são reféns de lideres de facções, não políticas, mas sim da geração do crack e companhia.
                             Será que nossos governos vão se render? Alguns alegam que já se renderam, será? Creio que uma pequena minoria sim, de modo isolado, mas a maioria não. Isso depende de nossas escolhas para o governo, e não depende dos governos, precisamos eleger pessoas desvinculadas da geração do crack.  
                             A Geração do Crack é ‘Quase onipresente’, quase Onipotente, quase Onisciente. Por quê? Quase Onipresente, porque a cada dia cresce nos lares das melhores e piores famílias, estão em todos os lugares e setores. Pergunto com respeito: Você conhece algum usuário de drogas? Sua resposta será sim! Estou errado? Fique a vontade para comentar.
                             A Geração do Crack é ‘Quase’ Onipotente, porque os chefes do trafico calam a boca de grandes líderes políticos, que não conseguem proibir o uso de celulares nas celas. Qualquer ato de resistência contra a Geração do Crack, viaturas de policia e delegacias são incendiadas, coletivos de transportes urbanos são destruídos, as balas perdidas fazem mais vitimas inocentes do que culpadas.  
                              A Geração ‘Quase Oniscientes’, porque até alguns advogados, alguns médicos, alguns juízes, alguns promotores, alguns deputados e senadores, alguns prefeitos e até alguns governadores... São mantidos por chefes do trafico, é o CRIME ORGANIZADO’ E A POPULAÇÃO A MERCÊ, ENQUANTO A LEI É DESORGANIZADA.
                             PORQUE não bancar policiais para se formarem em direito, medicina e etc.? Porque não pagar salários compatíveis para á policia já que traficante ganha tão bem a ponto de comprar um policial?
                             O que mais me assustar é ver a Geração do Crack nos bancos das melhores e piores faculdades do País, ao lado de cidadãos comuns, honestos, indefesos, competentes... Porque dessas faculdades vão sair médicos, advogados, professores, juízes, promotores, dentistas, engenheiros, psicólogos, jornalistas, empresários de marketing e outros setores, entre tantos outros profissionais.
                             É já estamos assistindo advogados dependentes de crack, amanhã juízes e promotores, já temos alguns médicos dominados pelo crack e/ou drogas como a cocaína, a maconha...
                             Que futuro nos reserva? Já pensou ser atendido por um psicólogo viciado em algum tipo de droga como o crack? Isto será comum, vai haver até debates com o tema: Pode um usuário de crack ser um bom profissional? Vai ser uma chuva massacrante nas TVs e na Internet, vão questionar se legaliza tudo ou não, vão tentar colocar em nossa cabeça que esses profissionais são excelentes e nós é que somos preconceituosos.
                     Ainda teremos Craques, ou seja, pessoas excelentes nas profissões? É como diz uma amiga minha Blogueira, o planeta está em crise. Cristo está voltando! 



OREMOS HOJE E SEMPRE POR NOSSOS JOVEM E FAMÍLIA PARA NUNCA CAÍREM NAS GARRAS DO VÍCIOS, E SE CAÍRAM QUE VENHAM SER LIBERTOS E SALVOS O QUANTO ANTES, CUSTE O QUE CUSTAR.  


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

IMAGENS E VIDEOS DOS TSUNAMIS (MAREMOTOS) QUE ASSUSTARAM O MUNDO

NAAMÃ E O VALOR EM REAIS DE SEU PRESENTE PARA ELISEU

Jackie Evancho chegou ao 1º lugar dos tops norte-americanos após o anúncio da sua participação na Posse de Trump