Postagens

Mostrando postagens de Dezembro 23, 2012

Humilhações geram uma boa grana na Justiça. Veja casos

Imagem
Itaci Batista/Estadão ConteúdoFoto 5 de 18 Uma cliente do banco HSBC recebeu R$ 10 mil por danos morais depois de ter sacado dinheiro do caixa eletrônico e não ter recebido o valor integral. Os funcionários a fizeram esperar quatro horas e ainda revistaram sua bolsa achando que ela estava roubando. Denuncie você também e ainda receba uma grana!

Coletor de lixo morto por policial militar é enterrado em Avaré, SP

Imagem
Homem, de 42 anos, morreu na noite desta quarta-feira (26). Cabo da Polícia Militar está detido em São Paulo.
Um coletor de lixo de 42 anos de idade morreu na noite desta quarta-feira (26) depois de ter sido atingido por um tiro no pescoço disparado por um cabo da Polícia Militar. Bóblia que a vítima leva no bolso foi confundida
com arma. (Foto: Reprodução TV Tem)Segundo informações da Polícia Civil, o coletor de lixo caminhava pela rua Felix Fagundes, em Avaré (SP), quando foi abordado por policiais militares.

No momento da abordagem, ele levantou os braços, demonstrando não estar armado. O cabo da PM, no entanto, teria visto uma Bíblia no bolso do homem e, ao confundi-la com uma arma, atirou.

O funcionário público foi atingido no pescoço. Ele foi socorrido pelos próprios policiais até o pronto-socorro da cidade, mas não resistiu e morreu na mesma noite.

O coletor de lixo está sendo velado e deverá ser enterrado no Cemitério Municipal de Avaré às 9h desta sexta-feira (28).

O cabo da Polícia …

Acabo de assistir a um vídeo que está circulando na internet (já há algum tempo) com alto teor de ameaças contra os cristãos brasileiros. O referido vídeo foi gravado no IX Seminário LGBT, promovido pelo deputado federal e ativista gay, Jean Wyllys (PSOL-RJ), na câmara dos Deputados. No vídeo, Márcio Retamero, um ativista homossexual de uma “igreja gay”, que de uma maneira incoerente utiliza o título de “pastor” para denegrir a imagem do cristianismo e da Palavra de Deus, usando de seu liberalismo teológico – relativizando e distorcendo os textos bíblicos para defender a teologia gay, destila todo o seu ódio cristofóbico ao chamar os cristãos (25% da população, ou seja, todos os cristãos) que defendem a família e a fé cristã de “desgraçados”. E o pior, no melhor estilo “revolucionário”, fez a seguinte afirmação contra os cristãos: “Eu estou disposto a pegar em armas se preciso for”. Veja abaixo: O discurso é muito grave, visto que além de palavras ofensivas aos cidadãos brasileiros que professam a fé cristã, existe uma ameaça de morte através de armas de fogo! Dentro do contexto cristão, a graça é o favor imerecido de Deus para com os homens. Desgraçado é alguém que é desprovido desta graça. Ora, se defendemos corretamente o que a Bíblia diz sobre a unidade familiar natural que Deus criou para a humanidade (Gn 1:27-28), bem como que o homossexualismo é contrário a natureza e pecado perante Deus (Lv 20:13, Rm 1:24-28,32, ICo 6:9-11 etc.), logo, somos desprovidos de graça? Que incoerência! Na verdade, eu não consigo enxergar “graça” em alguém que descredibiliza e distorce a Bíblia de maneira irresponsável, que amaldiçoa o casamento, que xinga todos os cristãos de “desgraçados fundamentalistas” e ainda ameaça os mesmos de morte. Como cristãos, reprovamos veementemente qualquer atitude de violência. Mas para o “pastor” Retamero, o fato de os cristãos “fundamentalistas” não concordarem com o comportamento homossexual em razão da fé cristã e por questões naturais, para ele significa que somos “desgraçados” e merecemos a morte! Os ativistas gaysistas, com o dinheiro público facilitado pela esquerda política que está atualmente no poder, estão promovendo uma verdadeira perseguição contra os princípios cristãos. E os focos principais deste ataque, cirurgicamente articulado pela agenda gay, é descredibilizar a Bíblia, desestabilizar a base sólida das famílias e acabar com a liberdade religiosa. O que vimos neste vídeo acima é só uma pequena amostra da consequência dessa articulação progressista. Em outro vídeo, uma reportagem recente de um programa de televisão mostra, na íntegra, as práticas libidinosas e criminosas que acontecem nas famosas paradas gays que acontecem em várias cidades, promovidas pelos ativistas gays e patrocinadas com verba pública, veja abaixo: Em minha cidade (Goiânia) alguns meses atrás, também aconteceu a tal parada gay, na qual as cenas vistas no vídeo acima se repetiram por toda extensão da famosa Avenida Paranaíba, bem como nas ruas adjacentes no centro da capital goiana em pleno domingo, dia que as famílias costumam utilizar a via pública para seus respectivos passeios. Porém, muitas famílias que moram nesta região central ficaram acuadas dentro de suas residências sem poder sair com seus filhos, tudo por conta dos inúmeros atos libidinosos obscenos praticados em plena via pública, além do consumo indiscriminado de drogas, brigas, orgias e perturbação do sossego público. Casais gays, muitos com pouquíssimas roupas e com as nádegas de fora, se acariciavam com intimidade em plena praça pública! (veja aqui - Atenção: cenas impróprias). Agora pasmem! Muitos pais estão levando crianças para estes ambientes, com o intuito de mostrar para a criançada que existe uma “cultura gay” que deve ser considerada “igualitariamente normal” pela população. (veja aqui) Aliás, o propósito do kit gay nas escolas é exatamente tentar implantar uma incentivadora “cultura homossexual” desde criança e destruir os valores familiares, pois segundo os ativistas gays, é bem cedo que começa a ser ensinado o suposto “preconceito” contra este modus vivendi contrário a natureza. Veja um recente exemplo do avanço desta afronta à família no vídeo abaixo: A situação é muito séria e mais profunda do que possamos imaginar! O marxismo cultural está se fortalecendo em nosso país, infiltrando-se há muito tempo através da “classe falante” (pessoas que produzem cultura e são formadores de opinião: jornalistas, cineastas, psicólogos, professores universitários, juízes, escritores, etc.), principalmente na esfera política em tempos de governo vermelho da foice e do martelo, inclusive até mesmo dentro de muitas igrejas através dos “evangélicos progressistas”. O objetivo principal é promover uma “revolução cultural” – já que a luta armada não deu certo no Brasil – e destruir a base cristã da sociedade, relativizar a estrutura familiar e colocar o maior número possível de militantes socialistas no poder, na cultura e na mídia. E as ameaças são inúmeras, dentre elas o avanço desta minoria que, a todo custo, quer “modernizar” e destruir a base sólida da sociedade que são as famílias, além de tentar descredibilizar o cristianismo e querer colocar uma mordaça jurídica na boca de quem ousar criticar tais comportamentos obscenos e contrários a natureza humana, taxando todas as pessoas que possuem opiniões contrárias ao comportamento homossexual com o desonesto rótulo de homofóbico, que na verdade trata-se de uma patologia clínica. Usam este termo como se o Brasil estivesse passando por um surto de doentes homofóbicos, causadores de um genocídio homossexual, mas esta falácia de números já foi desmascarada, veja aqui. O governo gastando verba pública de onze milhões de reais para promover a parada gay, bem como outros eventos homossexuais, é um forte sinal de que estamos caminhando para um caos liberal em nosso país. A estrutura familiar está cada vez mais ameaçada pelos ativistas gays que estão promovendo o pecado e a destruição da família com o dinheiro público, introduzindo inclusive matérias legislativas inconstitucionais, tais como: PL 122/06, kit gay nas escolas, casamento gay, adoção de crianças por casais gays, etc. Estas são ameaças reais em nosso país que visam relativizar a moralidade e ferir as famílias brasileiras, introduzindo à força um “novo conceito de família”, minoritário, improcriável e incriticável. E muitas outras ameaças estão por vir, pois o processo progressista é gradativo e lento, mas torna-se eficaz perante a omissão da população majoritária do país que reprova tais comportamentos. Ao refletir sobre esta situação, lembro-me das lutas dos reformadores Lutero e Calvino, dos quais além de combaterem os romanistas e libertinos da época, defendiam que a Igreja deveria ser parceira do Estado e da Escola, contribuindo com fundamentos cristãos para uma sociedade equilibrada. Inclusive, Calvino defendia que a igreja deveria ser a consciência do Estado, tendo a responsabilidade de repreender os governantes que não cumprem com justiça o seu governo e protestar contra leis injustas. Porém, infelizmente hoje é muito comum no meio eclesiástico escutarmos que a igreja não deve se envolver em política e educação. Por fim, a pergunta bem sincera que deixo no ar para refletirmos é: nós como cristãos, o que devemos e podemos fazer a respeito? Devemos exercer a nossa cidadania? Se sim, como podemos defender a família e os princípios cristãos neste caos liberalista pecaminoso? Se não, o que devemos fazer? Ficar trancados dentro de nossas igrejas e assistir a destruição moral da sociedade na qual vivemos com as nossas famílias? Caro leitor, qual a sua opinião? Aliás, qual a sua posição? Creio ser, no mínimo, necessário debater a respeito. Que Deus tenha misericórdia da Nação Brasileira!

Imagem
Acabo de assistir a um vídeo que está circulando na internet (já há algum tempo) com alto teor de ameaças contra os cristãos brasileiros. O referido vídeo foi gravado no IX Seminário LGBT, promovido pelo deputado federal e ativista gay, Jean Wyllys (PSOL-RJ), na câmara dos Deputados. No vídeo, Márcio Retamero, um ativista homossexual de uma “igreja gay”, que de uma maneira incoerente utiliza o título de “pastor” para denegrir a imagem do cristianismo e da Palavra de Deus, usando de seu liberalismo teológico – relativizando e distorcendo os textos bíblicos para defender a teologia gay, destila todo o seu ódio cristofóbico ao chamar os cristãos (25% da população, ou seja, todos os cristãos) que defendem a família e a fé cristã de “desgraçados”. E o pior, no melhor estilo “revolucionário”, fez a seguinte afirmação contra os cristãos: “Eu estou disposto a pegar em armas se preciso for”. Veja abaixo:
O discurso é muito grave, visto que além de palavras ofensivas aos cidadãos brasileiros que …

O contra-ataque da Igreja Pentecostal Deus é Amor

Imagem
Por Johnny Bernardo Enquanto denominações como a Universal do Reino de Deus e a Mundial do Poder de Deus crescem em ritmo acelerado, a Igreja Pentecostal Deus é Amor possui algo em torno de 900.000 membros, segundo último levantamento feito pelo IBGE, em 2010. O baixo crescimento passou a ser visto com preocupação por parte da liderança da IPDA, por motivos óbvios: apesar de possuir mais tempo de atividade no Brasil e no mundo – completou 50 anos no último dia 3 de junho – e ter experimentado um significativo crescimento entre as décadas de 80 e 90, a IPDA tem encontrado dificuldade para competir com outras denominações com menos tempo de atividade, mas que ocupam cada vez mais espaço nas capitais e grandes cidades do Brasil. Fora a sede mundial e umas poucas sedes regionais, grande parte das igrejas da IPDA são compostas por pequenos salões alugados e com não mais de que 50 membros, o que dificulta a competição com outras denominações com maior presença nas principais vias como a IURD …

Aiatolá defende que todas as mulheres cristãs podem ser estupradas

Imagem
Aiatolá defende que todas as mulheres cristãs podem ser estupradas Ahmad Al Baghdadi Al Hassani é um grande aiatolá do ramo muçulmano xiita nascido no Iraque. Ele tem um histórico de confrontos com outros aiatolás importantes e atualmente está ligado a uma facção síria. Recentemente um vídeo onde Al Hassani declara que os cristãos são politeístas e amigos dos sionistas, causou revolta das comunidades cristãs no Oriente Médio. Durante uma entrevista ao Al Baghdadia, um canal de TVegípcio, Al Hassanim, conhecido defensor da jihad [guerra santa], assegurou que os cristãos do país precisam escolher “o Islã ou a morte”. Ao mesmo tempo, disse que suas mulheres e filhas podiam ser consideradas legitimamente como “esposas de muçulmanos”. Essa é uma maneira indireta de dizer que toda a mulher cristã  pode ser capturada e estuprada, mesmo que já seja casada, pois para os extremistas do Islã, as mulheres mantidas em cativeiro podem ser estupradas por seus captores. O Al Baghdadi é um dos veículos de …