Postagens

Mostrando postagens de Dezembro 16, 2012

"Rolava de Tudo", diz Thalles ao G1

Imagem
Rodrigo Ortega


Do G1, em São Paulo


O mineiro Thalles conta 600 mil discos vendidos em três anos de carreira na música gospel. Filho de pastores evangélicos, passou por mais de uma década de trabalho nos bastidores da música secular – compôs “Lindos olhos” para Seu Jorge, foi vocalista de apoio do Jammil e Uma Noites e Jota Quest. Foi em turnê com a banda conterrânea que ele teve uma epifania.




“Eu estava em um hotel em Curitiba com um amigo no quarto, a gente estava usando drogas. Ele começou a me agredir com algumas palavras, dizendo que meu objetivo era destruir a vida das pessoas. Ele me ofendeu muito. Naquele momento eu comecei a refletir sobre tudo o que eu estava fazendo”, diz Thalles em entrevista ao G1.




Hoje casado e pai de dois filhos, de três e cinco anos, o cantor e pastor evangélico é o maior sucesso de público gospel brasileiro. Foi o maior vencedor do Troféu Promessas de 2012 e cantou no festival homônimo, transmitido pela TV Globo no sábado (15).



saiba mais



Ouça música…

Um Natal Diferente

A Influencia Cultural que vem de fora










Historicamente o Natal não tem nada a ver com as tradições aqui no Brasil, o natal começou na antiga Roma, lá 25 de dezembro é inicio de Inverno, por isso o Bom Velhinho usa aquele roupão vermelho, enquanto aqui Brasil estamos no verão, no Brasil não tem montanhas de gelo, e ninguém por aqui anda de trenó, as Hienas por sua vez tem dificuldade de se adaptar ao clima daqui.







Mas vamos comemorar o natal, porque não? Embora aqueles que interpretam papai Noel ficam em tempo de morrer de calor, mas o que vale é o espírito natalino.









O Brasil tem fascínio por aquilo que vem de fora, o que é típico de muitos povos na terra, usa calça jeans achando que está na moda e por cima da carne seca, só porque é importada, e ignora que lá fora quem usa calça jeans é caipira, mas aqui é moda esporte (rs)

















Mas é Natal, vamos deixar de lado as intrigas, o lado amargo, o preconceito, o ceticismo... E vamos comemorar o Natal. Embora os presépios estejam todo errado e bagunçad…