Um cristão foi assassinado a cada cinco minutos em 2012, afirma especialista em liberdade religiosa

Um cristão foi assassinado a cada cinco minutos em 2012, afirma especialista em liberdade religiosa
A perseguição religiosa contra os cristãos em todo mundo registrou um dado alarmante: em 2012, um cristão foi assassinado a cada cinco minutos por sua confissão de fé.
O dado foi revelado pelo sociólogo Massimo Introvigne, do Observatório de Liberdade Religiosa, sediado na Itália.
Segundo Massimo, as “proporções espantosas” somam 105 mil cristãos assassinados devido a perseguição de teor religioso, ao longo do ano.
O sociólogo alerta ainda que são muitas as regiões do planeta onde ser cristão representa um alto risco à vida: “Podemos identificar três zonas principais: os países onde o fundamentalismo islâmico é mais forte, como a Nigéria, Somália, Mali, Paquistão e algumas zonas do Egito; os regimes totalitários comunistas, encabeçados pela Coreia do Norte; e aqueles onde existem nacionalismos étnicos, como o Estado de Orissa, na Índia”, relatou Massimo, segundo informações do Protestante Digital.
Esse ano ficou marcado por atuações de grupos extremistas, como o Boko Haram, na Nigéria, que incendiou igrejas cristãs, ou ainda o caso da menina Rimsha, que foi vítima de uma acusação forjada de blasfêmia contra o islã. Um recente estudo publicado pela Universidade de Oxford evidenciou que os “cristãos formam o grupo religioso mais perseguido em todo o mundo”.
O relatório do sociólogo Massimo Introvigne aponta para o fato de que a perseguição não se resume a cristãos evangélicos, mas se estende a coptas e católicos.
Por Tiago Chagas, para o Gospel+

Fonte: Gnotícias 

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

IMAGENS E VIDEOS DOS TSUNAMIS (MAREMOTOS) QUE ASSUSTARAM O MUNDO

NAAMÃ E O VALOR EM REAIS DE SEU PRESENTE PARA ELISEU

Jackie Evancho chegou ao 1º lugar dos tops norte-americanos após o anúncio da sua participação na Posse de Trump