Eleição nos Estados Unidos: no discurso de derrota, Mitt Romney pede oração fervorosa pelo presidente reeleito Barack Obama

Eleição nos Estados Unidos: no discurso de derrota, Mitt Romney pede oração fervorosa pelo presidente reeleito Barack Obama
O ex-candidato a presidente dos Estados Unidos da América pelo Partido Republicano, Mitt Romney, mórmon, convocou aos adeptos de seu partido a orarem pelo sucesso do novo mandato do presidente Barack Obama, reeleito ontem.
Romney disse em seu discurso que ligou para Obama felicitando-o pela vitória e parabenizando a equipe que ajudou a reelegê-lo: “Este é um momento de grandes desafios para a América, e oro para que o presidente seja bem sucedido em guiar nossa nação”, declarou.
De acordo com informações do G1, apesar da campanha de combate às iniciativas de Obama, que focaram na redução da distância entre ricos e pobres, Romney discursou de modo diferente, alertando que havia a necessidade de priorizar as pessoas: “A nação, como se sabe, está em um ponto crítico. Em um momento como este, não podemos arriscar a briga partidária e postura política. Nossos líderes têm de colocar as pessoas à frente da política”.
O discurso conciliador de Mitt Romney é a peça principal de uma das maiores peculiaridades da eleição. Esperava-se que o candidato republicano vencesse em estados onde o voto dos religiosos, especialmente cristãos católicos e evangélicos, são bastante representativos. Porém, Barack Obama, superou as expectativas dos analistas que previam sua derrota em Ohio, Iowa e Virginia, estados considerados conservadores e altamente influenciados por líderes religiosos. Como a vitória de Romney não veio, o pedido de que as forças políticas se unam pelo sucesso do governo eleito surpreendeu alguns especialistas.
As polêmicas envolvendo o apoio do presidente à união de pessoas do mesmo sexo, no entanto, não foram suficientes para derrotar Obama nesses locais. Em seu discurso após a vitória, o presidente reeleito afirmou que com “amor, caridade, dever e patriotismo” será possível superar os momentos difíceis, e pediu união ao povo: “Juntos, com a sua ajuda e graça de Deus, vamos continuar a nossa jornada para a frente, e lembrar ao mundo os motivos do por que nós vivemos na maior nação da Terra. Deus te abençoe. Deus abençoe estes Estados Unidos”.
Durante todo o dia final de votação, líderes cristãos encabeçaram uma rede de oração que durante 24 horas, intercedeu em favor da escolha, por parte do povo, de um presidente que honrasse a Deus. Entre os principais líderes estavam Dave Butts, da Comissão Nacional de Oração; Dave Kubal, dos Intercessores para a América; e Bellenger Sara, dos Intercessores do Capitólio, de acordo com informações do Charisma News.
A oração foi um tema bem presente nessa eleição. A avó paterna de Barack Obama, Sarah Obama, 90 anos, afirmou que se manteve intercedendo por seu neto: “Eu oro por ele, para que Deus o ajude. É uma disputa dura, por isso tenho rezado por ele. Se for a vez dele [vencer], Deus o deixará triunfar”, afirmou, segundo informações do Terra.
Por Tiago Chagas, para o Gospel+

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

IMAGENS E VIDEOS DOS TSUNAMIS (MAREMOTOS) QUE ASSUSTARAM O MUNDO

Alessandro Gregorute é Apostolo? Ou Um Pastor que sem querer prega Heresias?

Curiosidades: 1. Quem foi Zebedeu? 2. Quem foi Alfeu? 3. Quem são os Zelotes? 4. O Que quer dizer Iscariotes?