Sexo pode Matar



direto do R7
Reprodução/Weird WormAh, o sexo! Se não fosse por ele, você não estaria vivo, aqui e agora, procurando Esquisitices no R7. Certo?
Mesmo sendo a fonte da vida, acredite você, o sexo pode causar a morte.
Aqui, nós eparamos treze dos casos mais bizarros em que aquilo que era para ser bom, terminou de um jeito nada agradável. 
Por exemplo, o americano Robert Giles morreu no quarto de um hotel nas Filipinas em 2001 enquanto tirava fotos sensuais de uma modelo. O cara ficou tão excitado que sofreu um ataque do coração!

Reprodução/Weird Worm
Sandra Orellana queria subir na vida, mas morreu depois de cair de uma altura de oito andares em um hotel de Los Angeles, nos Estados Unidos. Ela estava fazendo sexo com o chefe na sacada do quarto quando se desequilibrou e despencou rumo ao inevitável solo
Ah, o sexo! Se não fosse por ele, você não estaria vivo, aqui e agora, procurando Esquisitices no R7. Certo?
Mesmo sendo a fonte da vida, acredite você, o sexo pode causar a morte.
Aqui, nós eparamos treze dos casos mais bizarros em que aquilo que era para ser bom, terminou de um jeito nada agradável. 
Por exemplo, o americano Robert Giles morreu no quarto de um hotel nas Filipinas em 2001 enquanto tirava fotos sensuais de uma modelo. O cara ficou tão excitado que sofreu um ataque do coração!

Reprodução/Weird Worm
Em 1999, o jogador de futebol romeno Mario Bugeanu e sua namorada chegaram em casa com fome de amor e nem desceram do carro. Partiram para os finalmentes ali mesmo, dentro do carro dele, que estava em uma garagem fechada. Eles só se esqueceram de desligar o motor e, antes que dessem conta do que acontecia, morreram intoxicados com o monóxido de carbono que saía do escapamento do motor
Reprodução/Weird Worm
O casal americano Toby e Kristen Taylor gostava de se eletrocutar como parte das brincadeiras no sexo. A brincadeira acabou em janeiro de 2008, quando Toby errou na voltagem e eletrocutou a mulher com o fio do secador de cabelos

Reprodução/Weird Worm
Os japoneses Sachi e Tomio Hidaka eram virgens até os 34 anos de idade. Recatados e puritanos, eles se guardaram para a lua-de-mel, em que teriam uma noite de amor única em suas vidas. Foi bem isso que aconteceu: ambos morreram do coração durante a consumação do ato

Reprodução/Weird Worm
A peruana Rosa Vela era casada com um sujeito abusivamente ciumento. Ele era tão ciumento que, quando saía de casa, ele a obrigava a usar um cinto de castidade.
Foi bem por causa disso, sem choro nem vela, que o ciumentão ficou sem o objeto de seu amor:
Rosa Vela morreu, aos 22 anos de idade, por causa de uma infecção generalizada ocasionada pelo cinto de castidade enferrujado que o idiota queria que ela usasse

Reprodução/Weird Worm
Em 2002, o filipino Haginis Jungao foi para um motel com a mulher e a amante ao mesmo tempo. O que parecia ser uma noite de festa virou um filme de terrror quando as duas saíram pelos corredores, gritando que o homem havia morrido. 
Aconteceu que Jungao não aguentou o tranco de ter que satisfazer as duas ao mesmo tempo e teve um fulminante ataque do coração!

Reprodução/Weird Worm
Depois de uma noite de bebedeira, um grupo de amigos machões das filipinas decidiu fazer um desafio para ver quem teria o maior bigulim.
Durante a competição, Eduardo Cristomar não se conteve e deu risada do tamanho do membro do colega Arnel Orbeta.
Revoltado, Arnel tirou das calças outra pistola - essa sim era grande - e matou Eduardo a tiros!

Reprodução/Weird Worm
Simon Burley, de 38 anos, gostava de sadomasoquismo. Ele pediu então que a mulher, Elizabeth Hallam, se fingisse de carrasca e o enforcasse. Para isso, ele se amarrou em uma corda e deu uma faca para a mulher cortá-la quando a coisa ficasse preta. O problema foi que a faca estava cega e Elizabeth não conseguiu cortá-la. A coisa então ficou roxa!
Reprodução/Weird Worm
Frank Burton, de 85 anos, era um viúvo de Hampshire, na Inglaterra. Depois da morte de sua esposa, ele mal falava com os vizinhos mas, também, não se queixava da solidão. Uma noite, em 2002, ele decidiu que ia tentar aquele jogo erótico de autossufocamento, que consiste em trancar a respiração no momento do orgasmo. Para isso, ele meteu uma touca de banho na boca, mas ela era maior do que ele imaginava. Resultado: o orgasmo nunca veio e seu corpo só foi encontrado dois meses depois
Reprodução/Weird Worm
Se um dia rolar de você ir para San Francisco, na Califórnia (EUA), visite o bar chamado Condor e se prepare para impressionar os amigos com esta bizarra história de sexo, morte e música. O Condor foi o primeiro bar nos EUA a permitir que as dançarinas fizessem seus números com peito de fora, mas, além disso, também serviu de palco para um dos mais bizarros casos de morte ligadas à sexo.
Em uma noite de novembro de 1983, o porteiro Jimmy Ferrozzo, que tinha um caso com uma das dançarinas da casa, chamada Theresa Hill, decidiu que transar sobre o piano seria uma boa ideia.
O piano do Condor, porém, era famoso por descer do teto para que o pianista entrassem cena em grande estilo. No meio do furor do sexo, os dois esbarraram no mecanismo e, antes que eles pudessem perceber, o piano foi subindo em direção ao teto e esmagou o corpo de Ferrozzo, que morreu na hora.
Ferrozzo ainda conseguiu salvar a amada e, com os braços, impediu que a dançarina fosse esmagada também. Por isso, Theresa ficou presa entre o teto e  o cadáver de Ferrozo até que o faxineiro aparecesse para limpar o lugar na manhã seguinte

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

IMAGENS E VIDEOS DOS TSUNAMIS (MAREMOTOS) QUE ASSUSTARAM O MUNDO

NAAMÃ E O VALOR EM REAIS DE SEU PRESENTE PARA ELISEU

GUERRA NA LÍBIA: IMAGENS E VÍDEOS FALAM POR SI