O Voto de Ana, mãe do Profeta Samuel (Alice Maciel)



I – Ana e Penina

                                   Ana era uma das esposas de Elcana, Efraimita residente na região mo0ntanhosa de Ramataim- Zofim, no território da tribo de Eraim (1ª Sm. 1:1). A segunda esposa de Elcana chamava-se Penina, era rival de Ana, porque procurava todos os meios humilhar Ana.   Elcana estava casado com duas mulheres porque naquele tempo era algo comum, o Estado de Israel estava fora da direção de Deus, em corrupção moral espiritual.
                                   Penina gerava filhos e filhas enquanto Ana não gerava nenhum (1ª Sm. 1:2), o que causava em Ana: vergonha, tristeza, angustia... um sentimento de rejeição de Deus.

                        I Samuel 1:6
Ora, a sua rival muito a provocava para irritá-la,
porque o Senhor lhe havia cerrado a madre.
7 E assim sucedia de ano em ano que, ao subirem à casa do Senhor, Penina provocava a Ana; pelo que esta chorava e não comia.

                                  
Ao contrário de muitas mulheres que poderiam ficar com inveja Penina e revoltar-se com Deus, Ana utilizou uma estratégia diferente; ela decidiu Orar e fazer um voto com Deus para mudar a sua sorte. Ela usou a humilhação como degrau para a exaltação, partiu da esterilidade para a fertilidade; usou as pedras que lhes feriam e construiu um castelo forte.
                                   Observa-se em Elcana um hábito salutar semelhante ao de Jó, era o hábito de apresentar ofertas diante de Deus em favor dos filhos (Jó 1:5)

I Samuel 1:4 No dia em que Elcana sacrificava, costumava dar quinhões a Penina, sua mulher, e a todos os seus filhos e filhas;
5 porém a Ana, embora a amasse, dava um só quinhão,
porquanto o Senhor lhe havia cerrado a madre.

                                   Cabe uma pergunta: Será estamos jejuando e ofertando em favor de nossos filhos e cônjuge?
                                    Havia um clima desagradável entre Ana e Penina era a Irritação; a humilhação; a provocação... Diante dessas afrontas Ana... Penina provocava a Ana; pelo que esta chorava e não comia. (I Sm 1:7)

                                    Ana era amada pelo esposo, todavia quem gerava filhos e filhas era Penina; isso abatia o espírito de Ana. Mas Penina, vendo que a predileta de Elcana era Ana, ficava com ódio e inveja. 

Ao se deparar com tudo isso Ana sofria em silencio na terra, mas no céu, Ana gritava. Ela não andava por ai contando seus problemas pessoais para todo mundo, deveras a sua maior dor e aflição de espírito era o fato de ser estéril, com a madre fechada, impedida de gerar filhos.
                                   Não encontramos Ana murmurando ou relatando seus problemas pessoais com as amigas, nem com o marido, nem para o sacerdote, mas trouxe suas petições em secreto com Deus.(I Sm 1: 13-15) Ana aproveitou o seu quinhão e fez um voto com Deus
                       
I Sm . 1: 10 Ela, pois, com amargura de alma,
orou ao Senhor, e chorou muito,
11 e fez um voto, dizendo: Ó Senhor dos exércitos!
Se deveras atentares para a aflição da tua serva,
e de mim te lembrares,
e da tua serva não te esqueceres, mas lhe deres um filho varão,
ao Senhor o darei por todos os dias da sua vida,
e pela sua cabeça não passará navalha.


II - O Voto de Ana  e seus Problemas


*     O Voto foi Dirigido ao Deus Todo Poderoso, o Senhor dos Exércitos
*     A Causa do Voto: Aflição de Espírito
*     Pedido: Gerar uma criança do sexo masculino
*     Oferecia em troca: Consagrar o Filho ao Senhor e não passar navalha no cabelo do menino

Breve Lista dos Problemas de Ana
·        Pelo fato de ser impedida de gerar filhos, foi obrigado a aceitar o marido a casar-se com uma segunda mulher para dá continuação a descendência;
·        Era obrigada a dividir o marido com outra mulher
·        Era estéril enquanto sua rival era fértil
·        Sua Rival Penina costumava a humilhar, afligir seu espírito, fazendo de sua vida familiar uma tribulação;
·        Havia uma dor profunda na alma que lhe fazia chorar com Constancia;
·        Penina aborrecia Ana de tal maneira que esta perdia o apetite;
·         Era uma mulher atribulada de espírito (I Sm. 1: 15)
·        Desgosto da Vida (I Sm 1:16) 
·        Semblante de tristeza que só foi desfeito após o voto com Fé em Deus (I Sm 1:18)
·        Foi confundida pelo Sumo sacerdote Eli com uma mulher que bebia muito vinho/ Filha de Belial.

III - Resultado do Voto de Ana 

                                   Ana engravidou e gerou a um menino que pôs o nome de Samuel, o qual foi consagrado a Deus antes mesmo de ser gerado no ventre. Ana ficou com a criança até desmamar e levou para o templo, com o passar do tempo Deus fez de Samuel, profeta e Juiz de Israel, uma grande honra.

1ª Sm 2:21 Visitou, pois, o Senhor a Ana, que concebeu,
e teve três filhos e duas filhas.
Entrementes, o menino Samuel crescia diante do Senhor.

A Vida de Ana antes e depois do Voto:

·        Antes coração triste / Depois Coração Alegre
·        Antes uma Mulher estéril/ Depois uma Mulher Fértil, mãe de 05 filhos 
·        Antes Fraqueza/ Depois Poder
·        Antes não havia motivos para cantar/ Depois vários motivos para cantar
·        Antes não tinha muita Benção para contar/Depois várias Benção para Contar
·         Antes vivia triste e atribulada / Depois Alegre e cheia de Felicidade.
·         Antes desprezada/ Agora louvada
·         Antes humilhada/ Agora exaltada



Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

IMAGENS E VIDEOS DOS TSUNAMIS (MAREMOTOS) QUE ASSUSTARAM O MUNDO

NAAMÃ E O VALOR EM REAIS DE SEU PRESENTE PARA ELISEU

Curiosidades sobre Otavio César Augusto