“Bento XVI vai morrer em novembro de 2012″, profetiza cardeal

Complô para matar papa estaria em andamento e sucessor já foi escolhido
O Papa vai morrer assassinado em novembro deste ano “vítima de um complô” revelou Paolo Romeo, cardeal de Palermo, durante uma visita à China, revelando um documento confidencial enviado ao Papa pelo cardeal Castrillon, em meados de janeiro.
Durante uma audiência reservada o papa foi informado do complô, mas não se pronunciou. O documento entregue ao papa por Castrillon foi carimbado como “Estritamente Confidencial” e foi escrito em alemão e também faz uma análise dos problemas causados pela divisão interna na Cúria e do “ódio” mostrado pelo atual secretário de Estado do papa pelo seu provável substituto, justamente o cardeal Scola.
O jornal italiano “Il Fatto Quotidiano” tem denunciando a luta pelo poder entre o secretário de Estado, Tarcisio Bertone, e seu antecessor, Angelo Sodano. O documento que o periódico teve acesso não esclarece quem está por trás dessa trama, mas deixa claro que o próprio Papa já estaria pensando em seu sucessor, que seria o cardeal de Milão, Angelo Scola.
O cardeal Romeo anunciou que durante uma conferência na China teve a revelação que a morte do papa ocorreria ao longo dos próximos doze meses. As declarações do cardeal são confirmadas por uma pessoa conhecedora de uma grave conspiração criminal em andamento.
“Secretamente, o Santo Padre estaria cuidar de sua sucessão, e vê o Cardeal Scola como o candidato ideal, porque eles tem uma personalidade muito parecida. De forma lenta, porém  segura, ele estaria preparando o cardeal. Por isso, Bento 16 transferiu Romeo Scola de Veneza para Milão, procurando deixá-lo mais perto”.
O diretor da Sala de Imprensa da Santa Sé,, Federico Lombardi, chamou a matéria do jornal de “algo totalmente fora da realidade, que não merece ser levado em consideração. Acho bobagem e eu não vou fazer qualquer comentário”.
O jornal “Il Fatto Quotidiano” publicou o seguinte trecho do documento a que teve acesso:
“Assunto: Viagem do arcebispo de Palermo, Cardeal Paolo Romeo, para Pequim em novembro de 2011.
Durante conversas na China, o cardeal Romeo profetizou a morte do Papa Bento XVI nos próximos 12 meses. As declarações do cardeal foram expostas de que há uma conspiração criminal grave em andamento… Romeo foi visto indo de turista para Pequim, onde não se encontrou com nenhum membro da Igreja Católica na China, mas apenas com empresários italianos que vivem ou trabalham em Pequim, e com diferentes parceiros chineses.
Em Pequim, o cardeal Romeo disse que foi enviado pessoalmente pelo Papa Bento XVI para continuar as conversações iniciadas pelo Cardeal Dario Castrillon Hoyos, em março de 2010 na China.
Também disse que ele a partir de agora seria a pessoa de contacto designada pelo Papa para abordar em futuras questões entre a China e o Vaticano.
Romeo garantiu que, por iniciativa do Santo Padre, o Cardeal Scola foi transferido de Veneza a Milão, para silenciosamente prepará-lo para o papado.
Confiante, o cardeal Romeo anunciou que o Papa teria menos de 12 meses de vida. Durante as conversas na China profetizou a morte do Papa Bento XVI.
As declarações do cardeal foram baseadas em informações sobre uma conspiração criminal grave, que estaria planejando um ataque contra o Papa. Seguro, Romeo profetizou que poderia assegurar que o sucessor de Bento XVI será de origem italiana… Scola seria eleito Papa, mas conta com muitos inimigos dentro do Vaticano.”
Traduzido e adaptado de Ilfattoquotidiano.it e Periodistadigital.com

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

NAAMÃ E O VALOR EM REAIS DE SEU PRESENTE PARA ELISEU

IMAGENS E VIDEOS DOS TSUNAMIS (MAREMOTOS) QUE ASSUSTARAM O MUNDO

Jackie Evancho chegou ao 1º lugar dos tops norte-americanos após o anúncio da sua participação na Posse de Trump