Concursos públicos federais oferecem 17 mil vagas em 2012


Em fevereiro, acontece a primeira grande seleção para preencher 1.200 vagas do INSS. Veja dicas para passar nas provas para esses concursos.

g1
Cristina GraemlCuritiba

Em 2012, os concursos públicos federais devem oferecer quase 17 mil vagas em áreas como saúde, segurança pública, projetos ligados à erradicação da pobreza e grandes eventos, como a Copa do Mundo e as Olimpíadas.
Em fevereiro, acontece a primeira grande seleção para preencher 1.200 vagas do INSS. Estão previstas também provas para contratação de servidores para ministérios, Banco do Brasil e Caixa Econômica. O concurso do Senado Federal promete ser um dos mais concorridos: são 246 vagas com salário de quase R$ 14 mil, para nível médio; e de R$ 18 mil a R$ 23 mil, para nível superior. As inscrições vão até o dia 5 de fevereiro.
Acompanhe o Jornal Hoje também pelo twitter e pelo facebook.
"Em 2011, teve poucos em virtude do orçamento e crises, então, esse ano, o governo precisa contratar servidores públicos para gerir o estado”, afirma Angelo Pesarini Neto, coordenador de cursinho.
Os candidatos buscam realizar um sonho. "Salário, estabilidade, trabalho fixo. Você sabe que tem garantia do seu trabalho", diz a candidata aos concursos , Janaína Prestes.
Quem pretende fazer concursos públicos, deve ler os editais publicados na internet e também em jornais específicos, disponíveis em bancas de rua e nas livrarias. Eles trazem exatamente o que cai nas provas, mas os professores de cursinho sugerem aos candidatos que começem a estudar antes mesmo da publicação do edital. “Português, informática, direito constitucional, direito administrativo e atualidades são disciplinas que, desde sempre, ele pode estudar. Estão em todos os concursos”, explica Ana Paula Liberato, coordenadora pedagógica de cursinho.
Ana Paula dá dicas para se sair bem nas provas:

- Separe uma hora por dia para assistir telejornais e ler bastante. “Tem que ficar antenado sobre o que está acontecendo até a publicação do edital. As fontes de estudo devem ser jornal, revista, periódicos. Geralmente cai retrospecto sobre governos, sobre planos que foram adotados no Brasil”.
- Quem não pode frequentar cursinho, deve comprar um livro de exercícios e praticar. “Os livros focados pra concurso trazem a teoria aplicada ao concurso público com resolução de exercício. O aluno para passar no concurso, tem que resolver exercícios”.
- Não espere ter sorte. Quem estuda mais é quem consegue a vaga. “Você entra em um mundo onde temos vários candidatos muito bem preparados. Automaticamente, sua hora vai chegar.
Para que essa hora chegue, você tem que ter estudo e dedicação”.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

NAAMÃ E O VALOR EM REAIS DE SEU PRESENTE PARA ELISEU

IMAGENS E VIDEOS DOS TSUNAMIS (MAREMOTOS) QUE ASSUSTARAM O MUNDO

Jackie Evancho chegou ao 1º lugar dos tops norte-americanos após o anúncio da sua participação na Posse de Trump