Chuva deixa 99 cidades em situação de emergência em Minas Gerais

Segundo Defesa Civil, 12 pessoas já morreram no estado desde outubro.

Muriaé é um dos últimos municípios a entrarem para o balanço do órgão.

Do G1 MGA Coordenadoria Estadual de Defesa Civil informou, nesta sexta-feira (6), que o número de municípios que decretaram situação de emergência chega a 99 em Minas Gerais. As últimas cidades que passaram a integrar o balanço do órgão são: Astolfo Dutra, Campo Belo, Carmópolis de Minas, Ervália, Matipó, Montes Claros, Muriaé, Oliveira, Paula Cândido, Rio Doce, São Geraldo e Várzea da Palma.
Chuva provoca destruição e alagamento em boa parte da cidade de Muriaé, uma das 99 cidades mineiras em emergência, nesta segunda (2)   (Foto: Adir de Freitas Valentim Junior/VC no G1 )Chuva provoca destruição e alagamento em boa parte de Muriaé, uma das 99 cidades mineiras em emergência, nesta segunda (2). (Foto: Adir de Freitas Valentim Junior/VC no G1 )
De acordo com a Defesa Civil de Minas Gerais, 12 pessoas já morreram no estado desde o começo do período de chuvas, em outubro. Os novos casos confirmados foram registrados em Governador Valadares, no Vale do Rio Doce, em Guaraciaba, na Zona da Mata, e em União de Minas, no Triângulo Mineiro.

Em Governador Valadares, um casal foi encontrado morto após um desabamento, nesta sexta. De acordo com o Corpo de Bombeiros, eles foram soterrados, após a casa deles desabar.



VÍDEO ACRESCENTADO

99 cidades em situação de emergência em Minas Gerais por causa da chuva  (Foto: Editoria de Arte / G1)Em Guaraciaba, um homem de 23 anos tentou atravessar uma rua inundada, e foi arrastado pelo Rio Piranga, que havia transbordado. Quando o corpo foi encontrado, os chinelos estavam nas mãos, o que, para a Defesa Civil, era um sinal de que ele tentou vencer as águas.

Em União de Minas, o corpo de um homem de 24 anos foi encontrado às margens do Rio Arantes, a cerca de quatro quilômetros do local de onde desapareceu. Segundo a Defesa Civil, relatos oficiais na cidade disseram que ele tentava atravessar o rio a cavalo, mas foi surpreendido pela força da água.

Segundo o órgão, duas pessoas estão desaparecidas: uma em Santo Antônio do Rio Abaixo e outra em União de Minas. No total, 155 municípios foram atingidos pelas tempestades durante o período, afetando mais de 2,1 milhões de pessoas. Destas, 11.870 pessoas estão desalojadas e outras 876 estão desabrigadas. Até esta sexta-feira (6), 126 casas e 94 pontes foram destruídas.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

NAAMÃ E O VALOR EM REAIS DE SEU PRESENTE PARA ELISEU

IMAGENS E VIDEOS DOS TSUNAMIS (MAREMOTOS) QUE ASSUSTARAM O MUNDO

Jackie Evancho chegou ao 1º lugar dos tops norte-americanos após o anúncio da sua participação na Posse de Trump