Postagens

Mostrando postagens de Julho 31, 2011

A Multiplicação de Pães e Peixes - 2ª Mensagem

Imagem
Multiplicação dos Pães e Peixes (Jo. 6: 1-15/ Mt. 14:13-21/ Mc. 6:30-44/ Lc. 9: 10-17)




Local do Milagre: Margens do Mar da Galiléia [Tiberíades]
Testemunhas: Grande Multidão
Período da Páscoa
Seqüência de Sinais: Quarto Sinal
Numero de pessoas beneficiadas de imediato pelo Milagre: CERCA 5 mil
Personagens envolvidos: Filipe (Jo. 6:5) André (Jo. 6: 8) João, Mateus e Lucas registraram nos Evangelhos.
Lições: O Pouco é mais do que o suficiente para Jesus suprir a necessidade de todosJesus prova os seus seguidores (Jo. 6: 6) O Homem olha as impossibilidades e Jesus olha as possibilidades (Jo. 6: 7)Cinco Pães de cevada e dois peixinhos o suficiente para alimentar uma grande multidão (Jo. 6: 9)Organização (Jo. 6: 10) Deus não gosta de desordem, anarquiaEm tudo Jesus dá graças Jesus sempre Ora antes de fazer alguma coisa (Jo. 6: 11) Jesus não gosta de desperdício (Jo. 6: 12)O Povo queria fazer de Jesus um Rei Terreno, Jesus não abriu mão de seu…

O que é o Batismo com Espírito Santo?

Imagem
Batismo com o Espírito Santo e com Fogo



Batismo com o Espírito Santo e com Fogo
“... Eu, na verdade, batizo-vos com água, mas eis que vem aquele que é mais poderoso do que eu, a quem eu não sou digno de desatar a correia das sandálias; este vos batizará com o Espírito Santo e com Fogo” (Lc. 3: 16).
                                               Jesus não Batizava ninguém com água (Jo. 4: 2) deixou esta tarefa para os homens, todavia Jesus Batiza com o Espírito Santo e com Fogo, é um trabalho em conjunto Jesus e o Espírito Santo Batizando. Geralmente nos locais de Batismo ficam dois obreiros batizando as almas, neste caso Jesus e o Espírito Santo trabalham em parceria, para Batizar com Fogo. Este Batismo com Fogo é defendido no meio teológico como oBatismo no Espírito Santo, é o Dom de Variedade de Línguas.
“Mas a manifestação do Espírito é dada a cada um para o que for útil... / ... e a outro a Variedade de Línguas, e a outro a interpretação de Línguas”. (1ª Co. 12: 7, 10)                  …