Revoltas no Cairo- Mubarack negocia o Poder do Egito

                     
Muhammad Hosni Said Mubarak sempre estive ligado ao Poder do Egito, quando jovem servia a Força Aerea Egipcia,  entre 1966 e 1969 ocupava cargo de Comando na Força Aerea. No de 1972 Anwar el-Sadat nomeou Mubarack como comandante-chefe das Forças Armadas, teve um excelente desempenho na Guerra de Yom Kippur com Israel em 1973, o que rendeu a promoção de Marechal em 1974, no ano seguinte Sadat nomeia Mubarack como vice presidente do Egito. Como vice presidente sua habilidade de de negociar em situações delicada era notável com outros países do Oriente Médio, foi o principal mediador na disputa do territorio do Saara Ocidental, entre Marrocos, Argélia e Mauritânia. 
Com o assassinato de Sadat tornou-se presidente do Egito em 1981, utilizando sua franca habilidade de negociação, realizou referendos os quais lhe garantiam sua posição no cargo. Nos acordos de Paz com Israel Mubarack (1979) desempenha um papel fundamental no Oriente Médio.Na Guerra do Golfo foi aliado dos EUA contra o Iraque, foi um grande mediador nas negociações de acordo entre a Organização de Libertação da Palestina 1993. 

Pelo perfil de Mubarack aposto que ele fará o que for preciso para se manter no Poder, fará negociações com a oposição, o que já está fazendo, nomeiou pela primeira vez um vice presidente, homem de sua confiança, para evitar algo mais grave. Todos os cargos do governo forma colocados a disposição da oposição, tenta negociar de todos os meio com opositores, reprime as manifestações com mãos de ferro intimidando manifestantes. 

                        Arrancar Hosni Mubarack do Poder não será uma tarefa tão fácil, o povo terá que adotar o mesmo estilo de Mubarack, resistir até o fim, e negociar sempre. Mubarack é sábio e experiente negociador, vai se sair bem no fim dessa história. 
                           Por outro lado é temerário a mudança de governo no Egito por parte de Israel e dos EUA, pois o Egito é uma Potência no Mundo Árabe. Perder um aliado do porte do Egito representa grande perda e risco nas negociações com o Oriente Médio. 
Mubarack tem fortes aliados é um grande estrategista, pode até sair do governo, mas com toda a certeza manterá de algum modo ligado ao poder. 
De qualquer nós devemos orar para que haja Paz e Progresso no Egito, além de um grande numero de salvação de almas, pois Mubarack e tolerante com o cristianismo, ao contrario da maioria dos países do mundo árabe.  

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

IMAGENS E VIDEOS DOS TSUNAMIS (MAREMOTOS) QUE ASSUSTARAM O MUNDO

NAAMÃ E O VALOR EM REAIS DE SEU PRESENTE PARA ELISEU

Jackie Evancho chegou ao 1º lugar dos tops norte-americanos após o anúncio da sua participação na Posse de Trump